Novo Projeto
Novo Projeto (2) (1)

Reserva de Hotéis

Novo Projeto (6) (1)

Passagens Aéreas

Novo Projeto (3) (1)

Passeios e atividades

Novo Projeto (8) (1)

Aluguel de carros

Novo Projeto (4) (1)

Seguro Viagem

o que fazer nos lençóis maranhenses

Está programando uma viagem aos Lençóis Maranhenses? Elaboramos um guia com várias dicas de viagens e o que fazer nos Lençóis Maranhenses

Os Lençóis Maranhenses têm uma paisagem incrível que chama a atenção de turistas de todo o mundo. Dunas de areias brancas e finas e lagoas de água doce com tons de azul e verde formam um cenário paradisíaco, único dessa região do Maranhão.

É um dos destinos mais procurados. E não é para menos. As centenas de lagoas garantem dias incríveis para quem quer aproveitar as férias num verdadeiro paraíso. A área que integra o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses tem 155 mil hectares. É o maior parque de dunas do Brasil e é repleto de belezas e aventuras.

São muitos lugares para conhecer e muita coisa para fazer nos Lençóis Maranhenses. Três cidades servem como base para quem visita a região: Barreirinhas, Atins e Santo Amaro do Maranhão. Cada uma com suas opções de passeios e circuitos pelas dunas e lagoas.

Mas é importante visitar a região na época certa. As lagoas ficam cheias durante o período das chuvas, entre janeiro e junho. Já no período da seca, entre novembro e janeiro, quase todas as lagoas desaparecem.

O que fazer nos Lençóis Maranhenses

 

o que fazer nos lencois maranhenses
Foto: Vitor 1234 / Wikimedia Commons

Entre as opções de o que fazer nos Lençóis Maranhenses, as principais atrações, obviamente, são as lagoas entre as dunas. Para conhecê-las existem circuitos que levam por roteiros distintos dentro do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Vale a pena fazer cada um deles.

Confira nossas dicas e descubra que há também outros passeios bem interessantes na região.

  • Circuito da Lagoa Azul

Com partida de Barreirinhas, o Circuito da Lagoa Azul está entre os maiores dos Lençóis Maranhenses. O passeio dura meio dia e percorre algumas lagoas da região. Porém, não são sempre as mesmas. O roteiro pode variar conforme as condições das lagoas na época.

O roteiro mais comum inclui a Lagoa da Preguiça, a Lagoa da Esmeralda, Lagoa da Paz, Lagoa do Peixe e, claro, a Lagoa Azul.

O trajeto a partir de Barreirinhas é feito em carro 4×4 e tem 12 quilômetros. Depois é necessário seguir a pé por mais dois quilômetros para alcançar as lagoas.

  • Circuito da Lagoa Bonita

O Circuito da Lagoa Bonita também faz parte de Barreirinhas e é um dos mais belos dos Lençóis Maranhenses. O roteiro inclui visita à Lagoa do Maçarico, Lagoa do Clone – onde foi filmada a novela de mesmo nome – e a Lagoa Bonita.

São apenas três lagoas conhecidas, mas ao longo do trajeto há várias outras sem nome que também podem ser apreciadas e aproveitadas para banho. Outro diferencial deste circuito é a subida a uma duna com 30 metros de altura. Ela é tão íngreme que é necessária a ajuda de uma corda para conseguir subir.

O circuito, que dura cinco horas, começa com um trajeto de 15 quilômetros feito em um carro 4×4, incluindo uma travessia de balsa no Rio Preguiça. Depois, os visitantes seguem a pé entre as belas dunas e lagoas impressionantes.

  • Circuito Lagoa das Emendadas

Este circuito parte de Santo Amaro do Maranhão e é um dos mais bonitos do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Dunas grandiosas e lagoas sempre coloridas deixam o visual ao longo do Circuito Lagoa das Emendadas maravilhoso.

A caminhada ida e volta, a partir do local onde os carros param, dura quatro horas. Mas o cenário deslumbrante faz com que o longo trajeto nem seja percebido.

  • Circuito Lagoa da Gaivota e Lagoa da Andorinha

Também em Santo Amaro é possível embarcar no Circuito Lagoa da Gaivota e Lagoa da Andorinha. Elas ficam bem próximas à cidade e o acesso é fácil. Por isso, estão entre as mais visitadas.

Outra facilidade é que os carros 4×4 chegam praticamente na beira das lagoas. Ou seja, não são necessárias longas caminhadas para aproveitar estes paraísos.

  • Circuito Lagoa da Betania

Um dos principais de Santo Amaro, o Circuito Lagoa da Betania por ter duração de meio dia ou de um dia inteiro. A visita também inclui a Lagoa da Serra, a Lagoa do Espigão e um rio vizinho, separado da Lagoa da Betania por uma grande duna.

A beleza do trajeto dentro do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses impressiona. O percurso é feito em carros 4×4 e caminhada.

  • Circuito Lagoa América

Este é um circuito diferente dos demais dos Lençóis Maranhenses. Isto porque o trajeto é feito por barco ou lancha, ao invés dos tradicionais carros 4×4.

A Lagoa América fica nos arredores de Santo Amaro. Próximo a ela há outras lagoas que também podem ser exploradas.

  • Circuito Lagoa da Capivara e Lagoa das Sete Mulheres

Para quem está em Atins, o Circuito Lagoa da Capivara e Lagoa das Sete Mulheres é a principal atração. Elas são bem menos frequentadas que as demais dos Lençóis Maranhenses, por isso são ótimas para quem quer tranquilidade.

Outro ponto positivo é que podem ser acessadas somente por caminhada, sem a necessidade de contratar passeio de carro 4×4 ou barco.

  • Circuito Lagoa Tropical e Lagoa da Lorena

Também em Atins é possível conhecer a Lagoa Tropical e a Lagoa da Lorena. O circuito que leva até elas é feito em veículo 4×4. O caminho é lindo, com dunas que lembram as obras de Oscar Niemeyer.

Os carros chegam bem próximos das lagoas, o que exige menos esforço com longas caminhadas.

  • Circuito Lagoa da Esperança

O Circuito Lagoa da Esperança é indicado para quem visita os Lençóis Maranhenses durante o período de seca. Ela é uma das únicas que permanece com água o ano todo. A borda da lagoa, diferente das demais, é coberta por vegetação de restinga e suas águas são escuras e profundas.

  • Passeio a Caburé, Vassouras e Mandacaru

A região dos Lençóis Maranhenses tem opções de passeios também fora do circuito das lagoas. Um deles é o que visita os povoados de Caburé, Vassouras e Mandacaru.

Partindo de Barreirinhas, o passeio dura um dia inteiro e é feito de lancha pelo Rio Preguiça. A paisagem é bem diferente do visual encontrado nos demais roteiros feitos entre as dunas. Além disso, há uma parada para banho em algumas piscinas naturais. O retorno, por sua vez, é feito em quadriciclo.

  • Flutuação no Rio Formiga

Para quem quer relaxar fora das lagoas e dunas do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, a flutuação no Rio Formiga, no povoado da Cardosa, é uma ótima opção. O passeio é feito sobre boias que descem pela correnteza do rio. O percurso tem duração de 1h30.

  • Sobrevoo pelos Lençóis Maranhenses

Quem puder investir um pouco mais nos passeios, vale a pena realizar o sobrevoo pelos Lençóis Maranhenses. Apesar de ter um valor bem superior aos circuitos e demais passeios, a experiência é incrível.

É possível escolher entre três roteiros. O primeiro vai pelos Pequenos Lençóis, passa pelos povoados de Mandacaru, Vassouras e Caburé e volta pelo Parque Nacional dos Lençóis.

O segundo roteiro é mais longo, com ida e volta pelo Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, e chega até Queimada dos Britos e Barra Grande.

O último passa por Paulinio Neves, Pequenos Lençóis, Mandacaru, Caburé e depois pelo Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, mas não inclui Barra Grande e Queimada dos Britos.

  • Travessia dos Lençóis Maranhenses

Para os mais aventureiros, a travessia de todo o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses é uma ótima opção. São necessários quatro ou cinco dias para completar o trajeto, em meio às dunas e belas lagoas.

Onde fazer compras nos Lençóis Maranhenses

 

lençóis maranhenses
Foto: Otávio Nogueira / Flickr

Definitivamente, quem vai aos Lençóis Maranhenses não tem a intenção de fazer compras. No entanto, as cidades base contam com alguma estrutura para suprir necessidades básicas e de última hora. Não há grandes centros, nem shoppings ou supermercados. Mas você encontrará farmácias, mercadinhos e lojas de roupas.

A mais estruturada e que oferece mais opções de compras nos Lençóis Maranhenses é Barreirinhas. A maior concentração do comércio local é na Avenida Beira Rio. Além disso, para quem gosta de levar uma recordação de viagem, o Centro de Artesanato de Barreirinhas oferece peças produzidas com palha do buriti – árvore típica da região.

Em Santo Amaro, as opções são mais limitadas. Enquanto em Atins há somente pequenas vendas e mercearias.

Onde comer nos Lençóis Maranhenses

 

lencois maranhenses
Foto: Rosanetur / Wikimedia Commons

É preciso se alimentar bem para aguentar as caminhadas pelas dunas do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Mas fique tranquilo que não será uma tarefa difícil encontrar onde comer nos Lençóis Maranhenses. As cidades base tem restaurantes e bares que oferecem pratos saborosos para todos os tipos de paladar.

Como em outros aspectos, Barreirinhas é a que oferece melhor estrutura. A concentração de restaurantes acontece na Avenida Beira Rio. Porém, nas outras cidades também há restaurantes que servem o melhor da culinária regional.

  • Bambu

Uma das opções de Barreirinhas é o restaurante Bambu. Com excelente atendimento, tem um cardápio refinado e variado.

  • A Canoa

Outro bom restaurante de Barreirinhas é o A Canoa. Com uma varanda com vista para o Rio Preguiças, o local permite saborear pratos típicos da região.

  • Restaurante Jacaré

Se o que você procura é uma culinária diferenciada, conheça o restaurante Jacaré, em Barreirinhas. O local tem pratos mais exóticos, com produtos da região, mas também serve prato feito com preço acessível.

  • Restaurante da Luzia e Restaurante do Antônio

Lado a lado, os restaurantes servem camarões na brasa com um molho secreto, famoso em Atins. Eles são da mesma família, mas concorrem entre si após uma briga entre os dois irmãos.

  • La Pizza

Famosa em Atins, a pizzaria serve pizzas maravilhosas em um ambiente delicioso. A La Pizza fica na Pousada Maresias.

  • Restaurante do Gordo

Agora, se o que você curte é um belo prato feito, o Restaurante do Gordo, em Santo Amaro, é ideal. Os preços são bem acessíveis e a comida deliciosa.

Onde se hospedar nos Lençóis Maranhenses

 

lençóis maranhenses
Foto: Danielle Pereira / Wikimedia Commons

Quando a questão é onde se hospedar nos Lençóis Maranhenses, a melhor resposta para você aproveitar tudo que a região oferece é ficar nas três cidades base. O ideal seria passar pelo menos algum tempo em cada uma delas. Mas se não tiver condições para isto, defina bem quais passeios quer fazer para escolher onde ficar.

Como um todo, as opções de pousadas e hotéis nos Lençóis Maranhenses são simples e sem muito luxo. Não espere encontrar grandes hotéis, mas tenha certeza de hospedar-se com conforto.

Com mais estrutura, Barreirinhas é a principal base dos Lençóis Maranhenses e tem ótima oferta de hotéis. As acomodações estão distribuídas ao longo das margens do Rio Preguiça e no centro da cidade.

Em Santo Amaro, há pousadas simples, com clima de interior. A cidade não é a primeira opção de hospedagem da região. Contudo, por estar bem perto das lagoas mais bonitas dos Lençóis Maranhenses, hospedar-se lá ajuda a aproveitar melhor os cenários paradisíacos.

Atins, por sua vez, é um vilarejo entre o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses e o mar. Por isso, suas acomodações são diferentes das encontradas nas outras cidades. As pousadas são mais descoladas e recebem muitos estrangeiros.

Booking.com
Gostou? Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Fique por dentro!

Cadastre-se para receber nossas últimas novidades e ofertas exclusivas!

Fique por dentro!

Cadastre-se para receber nossas últimas novidades e ofertas exclusivas!